Indústria de Tecnologia em Nutrição Vegetal


A Tecnologia em Nutrição Vegetal, por meio da aplicação do conhecimento técnico e científico, gera produtos diferenciados para nutrição de plantas. Esses produtos são baseados na indústria de fertilizantes tradicionais acrescidos de matérias-primas diferenciadas e aplicação de tecnologias nos processos industriais, resultando na agregação de valor ao produto e eficiência de aplicação e absorção de nutrientes nas plantas, uma vez que os produtos passam a ser aplicados em determinados momentos do ciclo da planta para obtenção de respostas específicas na produção. Com essas características, a Tecnologia em Nutrição Vegetal tem contribuído para ganhos de produtividade e aumento de eficiência nas culturas.

Os produtos fabricados atualmente que caracterizam essa indústria são:


FERTILIZANTES FOLIARES


CARACTERÍSTICAS

Contém macro e micronutrientes;
Uso de Aditivos, Complexantes e Quelatos;
Deselvolvimento com tecnologia no processo industrial.

DIFERENCIAIS

Matérias-primas diferenciadas que aumentam a capacidade de molhamento, espalhamento, retenção, penetração e umectação;
Liberação Gradual.

APLICAÇÕES

Complementar à adubação de base;
Utilização voltada para momento fisiológico ideal da planta.

FERTILIZANTES ORGÂNICOS


CARACTERÍSTICAS

Nutrientes minerais na forma orgãnica;
Ligação de substâncias Húmicas;
Uso de compostagem.

DIFERENCIAIS

Melhora nos atributos físicos e biológicos do solo;
Disponibilização gradativa de nutrientes.

APLICAÇÕES

Em geral aplicação do plantio, com o seu incorporação.

FERTILIZANTES ORGANOMINERAIS


CARACTERÍSTICAS

Combinação de fertilizantes
minerais e orgânicos;
Formas de comercialização: farelo,
“pallets“ ou grãnulos.

DIFERENCIAIS

Rápida disponibilidade de nutrientes
com disponibilização gradativa;
Melhora nos atributos químicos,
físicos e biológicos do solo.

APLICAÇÕES

Em geral aplicação do plantio, com o sem incorporação.

CONDICIONADORES DE SOLO


CARACTERÍSTICAS

São de origem orgânica ou inorgânica, como por exemplo extração de turfeiras, minas ou ainda sintetizados industrialmente.

DIFERENCIAIS

Melhorias das propreidades físicas, físico-químicas e atividade biológica do solo;
Recuperar os solos degradados ou desequilibrados nutricionalmente;
Fontes de ácidos húmicos e fúlvicos.

APLICAÇÕES

Utilização para aumento da eficiência de corretivos e fertilizantes;
Aplicação em doses muito inferiores àquelas utilizadas na adubação orgânica.

SUBSTRATO PARA PLANTAS


CARACTERÍSTICAS

Material sólido natural, artificial ou residual mineral ou orgânico distindo do solo.

DIFERENCIAIS

Manejo adequado da água;
Redução do risco de salinidade do meio radicular e de problemas fitossanitários;
Possibilidade de fornecimento de nutrientes em doses e épocas mais adequadas.

APLICAÇÕES

Meio para sustentação e fixação das ráizes e retenção de quantidades suficientes e necessárias de água, oxigênio e nutrientes.


BIOFERTILIZANTES


CARACTERÍSTICAS

Apresenta bioatividade;
Isento de substâncias agrotóxicas;
Nãoi contém reguladores vegetais.

DIFERENCIAIS

Matérias-primas que atuam positivamente no metabolismo vegetal.

APLICAÇÕES

Complementar à adubação de base atuando direta ou indiretamente sobre o todo ou parte das plantas cultivadas elevando a sua produtividade.


Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559