Inscrições para o desafio nacional de máxima produtividade de soja do CESB

31 de outubro de 2019
soja-1-615
Os sojicultores que desejarem se auto desafiar para obter ganhos de produção em suas propriedades poderão se inscrever na 12ª edição do Desafio CESB de Máxima Produtividade de Soja a partir do dia 30 de outubro.

O Desafio promovido pelo Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB) é um dos principais eventos na área da cultura de soja do Brasil e pode ser considerado como um dos principais meios de contribuição para a elevação da média de produtividade da oleaginosa no País, que se consolidará como o maior produtor e exportador de soja do mundo na safra 2019/2020 de acordo com dados de empresas do setor, como a consultoria INTL FCStone e a Safras & Mercado. As inscrições para o Desafio do CESB poderão ser realizadas pelo site do Comitê (www.cesbrasil.org.br) até 31 janeiro de 2020.

As áreas inscritas devem ter entre 2,5 e 10 hectares e podem concorrer em uma das duas categorias do Desafio: plantio irrigado ou não irrigado (sequeiro). Nesta edição, foi adotado um novo sistema de inscrições, com uma interface mais moderna e intuitiva, para facilitar o acesso e o acompanhamento por parte dos participantes. Após a revelação dos campeões, que acontece em junho de 2020 durante o Fórum Nacional de Máxima Produtividade de Soja, os participantes receberão um certificado de participação contendo sua classificação nacional, regional e estadual. Também serão enviados pelo CESB um laudo técnico das áreas auditadas com georreferenciamento, além de descritivo do campo de produção, informações técnicas de manejo, registro fotográfico e outros dados adicionais.

O presidente do CESB, Leonardo Sologuren, afirma que a importância do Desafio está em auxiliar os produtores a encontrar maneiras de obter crescimento da produção de forma vertical, ou seja, visando o aumento da produtividade, de forma sustentável e rentável. Segundo Sologuren, nos últimos dez anos, a área plantada com soja no País cresceu 51,2%, enquanto o salto na produtividade média foi de apenas 5,7%.

É fato que o potencial tecnológico da soja tem sido pouco explorado. Enquanto a média da produtividade brasileira foi de 55 sacas/hectare, o CESB já observa inúmeros casos de produtores produzindo acima de 80 sacas/hectare em escala comercial”, relata. Sologuren ainda destaca a grande participação dos sojicultores no Desafio do CESB 2019/20. Estima-se a participação de mais de 4 mil produtores rurais dos mais diversos Estados do País. “O CESB tem analisado ao longo dos últimos anos os fatores que tornam possível o aumento expressivo da produtividade, trabalhando em conjunto justamente com quem mais entende do assunto: os produtores rurais”.

O destaque da edição passada foi o aumento em termos de área plantada, em hectares. A 11ª edição do Desafio conseguiu atingir 11,1% das plantações de soja do Brasil, o que representa 3,98 milhões de hectares. No total, o Brasil conta hoje com cerca de 36 milhões de hectares. Para a 12ª edição, o diretor executivo do CESB, Luiz Antonio da Silva, espera que esse número de áreas participantes cresça ainda mais, por conta de a soja estar se consolidando em todas as regiões do Brasil, demonstrando alta adaptabilidade a todos os tipos de solo brasileiros.

Isso mostra que o Desafio CESB tem atingido o seu objetivo, que é disseminar informações para que cada vez mais sojicultores possam atingir altos índices de produtividade”, ressalta.

Na edição de 2018/2019, o produtor Maurício de Bortoli, de Cruz Alta, no Rio Grande do Sul, teve de enfrentar uma estiagem de 23 dias, que foi combatida com a aplicação de três lâminas d’água durante a fase reprodutiva.

Apesar dessas lâminas não terem suprido a necessidade hídrica plena da cultura da soja, elas foram fundamentais para que não houvesse maiores perdas de produtividade durante essa fase, que é a mais exigente em termos de necessidade hídrica”, destaca o engenheiro agrônomo e agrometeorologista Paulo Sentelhas, membro do CESB.

A produtividade alcançada pelo sojicultor gaúcho foi de 123,88 sacas de soja por hectare na safra 2018/2019, o que representa mais do que o dobro da média nacional, que é de 53,4 sc/ha na safra 2018/2019, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O recorde atual no Desafio CESB foi conquistado com o produtor Marcos Seitz, de Guarapuava (PR), que alcançou a marca de 149,08 sacas de soja por hectare. Ele foi o campeão da edição de 2016/2017.

 

Fonte: A Granja (29/10/2019).

Ilustração: Alimento foto criado por jcomp – br.freepik.com


Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559


Categorias






2019 Abisolo- Todos os direitos reservados – Política de Privacidade