Cursos técnicos integrados do IFMS preparam para agricultura e informática em Ponta Porã

24 de outubro de 2019
399243-PCOPDJ-748
O estudante cursa o ensino médio junto com as disciplinas da educação profissional.

O Campus Ponta Porã do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) oferece duas opções para os estudantes que concluíram ou estão para concluir o ensino fundamental e queiram prestar o Exame de Seleção 2020. Os interessados podem se inscrever para os cursos técnicos integrados em Agricultura e Informática.

Em ambos, o aluno cursa as disciplinas básicas do ensino médio junto com as da formação técnica. Ao final do curso, é possível tanto ingressar no ensino superior quanto no mundo de trabalho, seja nas atividades agrícolas ou voltadas ao uso de computadores e tecnologias em geral.

Para estudar no Campus Ponta Porã, é preciso ser aprovado no Exame de Seleção 2020. São ofertadas 160 vagas no total, sendo 80 em cada curso.

Os dois cursos são presenciais e têm duração de três anos e meio, com aulas nos períodos matutino e vespertino, sendo que poderá haver atividades no contraturno para o cumprimento da carga horária total.

As inscrições seguem até 6 de novembro e devem ser feitas na Página do Candidato da Central de Seleção, onde também está disponível o edital de abertura do processo seletivo.

No ato da inscrição, é preciso informar o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) do estudante.

 

Agricultura – O curso, do eixo tecnológico Recursos Naturais, é ideal para aqueles que gostam da vida no campo e de atividades agrícolas de maneira geral.

O estudante aprende a planejar, executar e monitorar todas as etapas da produção, incluindo a colheita e o pós-colheita das principais culturas. Também conhece as técnicas mercadológicas para distribuição e comercialização de produtos.

Junto com as disciplinas da área técnica, como Culturas Anuais, Fisiologia Vegetal e Mecanização Agrícola, o aluno cursa as unidades curriculares do ensino médio, dentre as quais Português, Matemática, História, Geografia e Biologia.

O técnico da área pode trabalhar em propriedades rurais, empresas de consultoria, comércio do agronegócio, indústrias de insumos agropecuários, cooperativas e associações rurais, ou ainda na assistência técnica, extensão rural e pesquisa. Também pode ser autônomo ou abrir o próprio empreendimento na área.

O IFMS também abre portas para experiências internacionais, fazendo com que o estudante possa ter contato com pesquisas e a produção agrícola de outros países.

Bruno Lopes, 17, aluno do 6º semestre, participou da Mostra Científica Latino-Americana, em Trujillo, no Peru, onde apresentou o trabalho “Organo Puitã”, destinando a criar um bioestimulante para plantas.

Tivemos contato com diferentes pesquisadores de países como México, Paraguai, Colômbia e Equador. Também conseguimos credencial para um evento que ocorrerá em Cerrito, na Argentina, no ano que vem”, relata Bruno, que recebeu apoio financeiro do IFMS para a viagem ao Peru.

Atualmente, o estudante faz estágio no Instituto Politécnico de Bragança, em Portugal, como um dos selecionados no primeiro edital de estágio internacional do IFMS. Lá, Bruno estuda culturas locais perenes, caracterizadas por durar mais tempo do que as anuais e que ao concluírem um ciclo produtivo não precisam ser replantadas.

Tenho me aprofundado nas culturas da azeitona e da castanha, as duas de maior valor econômico em Portugal. No momento, estou colhendo dados e fazendo a biometria das amostras. Mas a atividade principal vai ser a colheita, que ainda está por vir. Está sendo uma experiência inovadora pra mim”, destaca.

 

Informática – Outra opção em Ponta Porã é o curso técnico integrado em Informática, que faz parte do eixo tecnológico de Informação e Comunicação.

O curso é indicado para estudantes que tenham familiaridade com computadores. Nele, aprende-se a desenvolver programas seguindo a lógica e as linguagens de programação. Banco de Dados, Linguagem de Programação e Sistemas Operacionais são algumas das disciplinas específicas do curso.

Os concluintes estão aptos a instalar sistemas operacionais, aplicativos e periféricos, desenvolver aplicações com acesso à web e banco de dados, fazer a manutenção de computadores e instalar redes em locais de pequeno porte.

No IFMS, o estudante recebe a formação técnica sem deixar de lado outras áreas do conhecimento, como as Ciências Humanas. É o que destaca o estudante Augusto Marques, 16, aluno do 4º semestre.

Aqui nós temos um olhar diferente. Também participamos de ações, projetos e movimentos criados a partir das aulas de Sociologia, História e Geografia, por exemplo”, comenta.

No ano passado, Augusto participou de um projeto voltado à fotografia na região da fronteira com o Paraguai. “Viajei com o projeto participando de um festival em Corumbá. Tive a oportunidade de fotografar novos lugares e ampliar meus horizontes. Foi uma atividade em grupo que apresentou um caráter único e inovador”.

 

Exame de Seleção 2020 – O IFMS oferta, ao todo, 1.440 vagas em 11 diferentes opções de cursos nos municípios de Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas.

Há vagas para cursos técnicos integrados em Agricultura, Agropecuária, Alimentos, Aquicultura, Desenvolvimento de Sistemas, Edificações, Eletrotécnica, Informática, Informática para Internet, Mecânica e Metalurgia.

Metade das vagas é reservada a candidatos que estudaram em escola pública. Desse total, há cotas para aqueles que comprovarem renda familiar bruta mensal per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio, aos que se autodeclararem pretos, pardos e indígenas, e a pessoas com deficiência.

A opção de beneficiário de ação afirmativa deverá ser informada no ato da inscrição. Os cotistas deverão comprovar a condição no ato da matrícula, caso contrário perderão a vaga e serão reclassificados em lista de espera.

 

Prova – Será aplicada no dia 24 de novembro, nos dez municípios onde o IFMS tem campus. Serão 50 questões de múltipla escolha (20 de língua portuguesa, 20 de matemática e 10 de conhecimentos gerais). Saiba o que cai na prova.

A previsão é que o gabarito seja divulgado no dia seguinte. O resultado preliminar está previsto para 16 de dezembro. As matrículas ocorrerão entre 14 e 17 de janeiro. Lembrando que é indispensável ao candidato ter concluído o ensino fundamental (9º ano) até a data da matrícula.

Mais informações na página do Exame de Seleção 2020. Dúvidas podem ser tiradas pelo e-mail processoseletivo@ifms.edu.br.

 

Fonte: Ponta Pra Informa (23/10/2019).

Ilustração: Escola foto criado por freepik – br.freepik.comEscola foto criado por freepik – br.freepik.com


Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559


Categorias






2019 Abisolo- Todos os direitos reservados – Política de Privacidade