Brasil terá 1º painel do mercado “Nutrição Soja”

13 de setembro de 2019
nutricao-soja_615x406
Mercado total de fertilizantes movimentou R$ 7,6 bilhões na safra 2018-19, uma alta de 19,3%.

A próxima safra 2019/2020 terá a primeira investigação completa sobre o comportamento do produtor de soja em relação ao manejo de nutrição da cultura. Inédito no Brasil, o estudo ‘Painel Mercado Nutrição Soja’, será produzido pela consultoria Spark Inteligência Estratégica e vai mapear um segmento que, segundo a Abisolo (Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal), movimentou R$ 7,6 bilhões na última safra.

De acordo com a Spark, o objetivo é apurar indicadores de adesão do sojicultor brasileiro aos fertilizantes especiais. O Painel de Nutrição pretende também identificar os players do segmento e avaliar o grau de conhecimento do produtor rural em relação a fabricantes e marcas comerciais. O estudo abrangerá desde produtos corretivos, adubos de base, cobertura e uso na semente até fertilizantes foliares e produtos com ação bioestimulante.

Além do nível de adoção dessas tecnologias, o levantamento investigará se nos dias de hoje elas se complementam ou, eventualmente, competem entre si”, reforça Ana Carolina Tisselli, engenheira agrônoma, gerente de relacionamento da Spark. Segundo ela, o mercado de fertilizantes foliares se encontra “altamente pulverizado” no País.

Oficialmente, há mais de 250 empresas do segmento cadastradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Segundo fontes do mercado, no entanto, há muitos fabricantes atuando na informalidade – um cenário que, conforme a Spark, contribui para que predomine baixo conhecimento do produtor em relação a marcas e produtos do gênero.

O sojicultor recebe orientação de consultores particulares e de agrônomos da indústria ou das revendas para tomar suas decisões”, continua Ana Carolina.

Ela acrescenta que investimentos das empresas de fertilizantes, com vistas a lançar novas tecnologias, fortalecer marcas, ampliar a oferta de serviços e prover assistência técnica ao produtor, constituem outro ponto relevante da investigação da Spark.

Saberemos se o produtor percebe, reconhece ou valoriza esses esforços”, diz a executiva.

Segundo Ana Carolina, o Painel Mercado Nutrição Soja contemplará ainda os fatores de decisão de compra de fertilizantes por sojicultores, influenciadores do mercado, locais de compra e o perfil econômico e tecnológico de produtores e propriedades que aderem aos produtos.

Os motivos que levam produtores a não usar a tecnologia da nutrição também serão mapeados”, enfatiza a executiva.

Dados da Abisolo, a entidade representativa da indústria de fertilizantes, indicam que o mercado total de fertilizantes foliares, organominerais, orgânicos, condicionadores de solo e substrato para plantas chegou a R$ 7,6 bilhões na safra 2018-19, uma alta de 19,3% ante o ciclo anterior. No período 2019/20, a expectativa da entidade é a de que haja um novo crescimento, situado entre 20% e 22%, para acima de R$ 9 bilhões, portanto.

 

CONCENTRAÇÃO E MARGENS

Ana Carolina observa que assim como ocorreu em outros setores do agronegócio, o segmento de fertilizantes registrou, recentemente, vários movimentos de fusões e aquisições.

Esse cenário influenciará no aumento da competitividade entre os players e na redução de margens na comercialização dos produtos”, antecipa a executiva.

Para a direção da Spark, o Painel Nutrição Soja fornecerá suporte estratégico à tomada de decisões de negócios nas empresas produtoras e distribuidoras de fertilizantes.

O material conterá informações-chave para embasar análises setoriais e identificar tendências de mercado nas próximas safras”, resume o engenheiro agrônomo André Dias, sócio-diretor da Spark.

De acordo com Dias, em pouco mais de cinco anos de atividades no mercado de inteligência estratégica, a Spark já realizou mais de 160 estudos especiais e 300 cotas de estudos painel atrelados ao agronegócio. Nesse período, destaca o executivo, profissionais da empresa aplicaram mais de 130 mil entrevistas e percorreram em torno de 4,5 milhões de quilômetros no território nacional.

 

Fonte: Agrolink, Por Leonardo Gottems (13/09/2019).


Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559


Categorias






2019 Abisolo- Todos os direitos reservados – Política de Privacidade