Fundação André e Lucia Maggi vai oferecer bolsas para curso de Agrocomputação da Fatec Senai MT

6 de setembro de 2019
foto-divulgacao-615x406
A Fundação André e Lucia Maggi vai oferecer, para jovens entre 18 e 24 anos, 23 bolsas de estudo integrais para o curso superior de Agrocomputação, da Fatec Senai MT em Rondonópolis (MT).

Para a escolha dos bolsistas, a organização vai lançar, em breve, um edital de seleção com os critérios. Para concorrer será necessário que o interessado seja antes aprovado no vestibular da Fatec Senai MT, que será lançado nos próximos dias.

O Termo de Parceria foi assinado na última semana pela Fundação André e Lucia Maggi (FALM) e a Fatec Senai MT.

Segundo a gerente de Operações da Fundação André e Lucia Maggi, Aletéa Rufino, a organização, junto com a AMAGGI, quer aproximar uma demanda por mão de obra qualificada, que é expressiva e urgente para o agronegócio, dos jovens que buscam meios de se colocar no mercado de trabalho.

Entendemos que apoiar a realização do curso vai possibilitar essa sinergia do jovem que está em busca de uma oportunidade com aquilo que o mercado realmente está procurando”.

O gerente de Controle de Produção da AMAGGI, Ricardo Moreira, explica que faz parte dessa estratégia ajudar a formar, absorver e reter mão de obra local.

Principalmente na área de Agricultura Digital, que vem se destacando pela transformação gerada nos processos operacionais, demandando profissionais com conhecimentos em tecnologia digital”.

Já o diretor da Fatec Senai MT, Rubens de Oliveira, destaca que a parceria surgiu a partir do entendimento da demanda do mercado por profissionais com esse perfil deste profissional que o mercado procura.

Aliamos o conhecimento que o Senai tem em tecnologia com a expertise das empresas do setor do agronegócio, como a AMAGGI, para construir uma proposta de formação específica para a área, que resultou neste curso que é o único em Mato Grosso”.

 

Sobre o curso de Agrocomputação

O curso superior tem duração de 18 meses e é realizado em período integral. O tecnólogo poderá atuar em áreas focadas na solução de problemas do campo e da indústria, principalmente no que se refere à análise de dados, inteligência artificial, instrumentação, tratamento das informações e subsídios para tomada de decisão.

Entre as funções estão: Redes Embarcadas em Máquinas e Implementos Agrícolas; planejamento do Processo Produtivo; Tecnologias para Desenvolvimento em Big Data; Gestão de Banco de Dados, BI e Mineração de Dados, além de Big Data com Georreferenciamento.

 

Saiba mais: https://www.youtube.com/watch?v=QeYwZi4PZkY

 

A Fundação André e Lucia Maggi (FALM) é a instituição responsável pela gestão do Investimento Social Privado da AMAGGI nas regiões estratégicas para a empresa. Sua atuação está voltada para o fortalecimento do protagonismo social de jovens e lideranças para o desenvolvimento local sustentável. Acompanhe a FALM pelo site, pelo Facebook e Youtube.

 

Fonte: Jb News (05/09/2019).


Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559


Categorias






2019 Abisolo- Todos os direitos reservados – Política de Privacidade