Etiópia vem ao Brasil conhecer tecnologias de correção de solos ácidos

6 de setembro de 2019
cidades_nova_candelaria_credito_divulgacao_prefeitura_municipal-615x406
Projeto de cooperação "Apoio Técnico ao Manejo de Solos Ácidos para Uso Agrícola na Etiópia" será assinado em breve.

Uma missão de gestores do Ministério da Agricultura e Pecuária da Etiópia está no Brasil, desde o dia 2 de setembro, para conhecer as tecnologias desenvolvidas na correção de solos ácidos.

A delegação visitou a sede da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), em Brasília, com o objetivo de conhecer melhor o trabalho realizado pela Agência na coordenação de projetos com parceiros de diversos setores. Os etíopes foram recebidos pelo coordenador-geral de Cooperação Técnica África, Ásia e Oceania, Nelci Caixeta, e por representantes da coordenação-geral de Cooperação Técnica Bilateral.

Ao dar as boas-vindas ao grupo, Caixeta lembrou que o Brasil é referência internacional em agricultura, uma das áreas mais demandadas na cooperação técnica, e que é necessário que os países parceiros adaptem as tecnologias aprendidas as suas realidades.

Vocês vão conhecer de perto como o Brasil pode desenvolver agricultura no Cerrado, um bioma com um solo que, além de ácido possui alumínio”, lembrou. “Absorvam ao máximo todo o conhecimento que puderem”, aconselhou.

O principal objetivo dos etíopes, que têm 40% de seu território de solo composto por solos ácidos, é o de conhecer práticas de produção em condições semelhantes às que encontram em seu país. A alta acidez dos solos afeta cerca de 3,5 milhões de hectares de terras agricultáveis naquele país. Por isso, a programação inclui visitas à sede da Embrapa e Embrapa Cerrados, em Brasília, Embrapa Arroz e Feijão, em Goiânia, Embrapa Solos, no Rio de Janeiro, além de uma fábrica de fertilizantes organominerais e a uma fazenda de produção em solos ácidos, no Distrito Federal.

O Diretor de Melhoramento da Fertilidade do Solo do Ministério da Agricultura e Pecuária etíope, Tefera Solomon, falou sobre a expectativa do grupo durante a missão.

Estamos certos de que vamos adquirir muita informação aqui no Brasil e colocar em prática em nosso país”.

A missão está sendo promovida pela Agência de Cooperação Alemã (GIZ), que desenvolve projeto com a Etiópia no tema. O Brasil, por meio da ABC, também promoverá projeto de cooperação técnica com a Etiópia na área de solos, em parceria com a Embrapa. A iniciativa “Apoio Técnico ao Manejo de Solos Ácidos para Uso Agrícola na Etiópia” está em vias de assinatura do documento de projeto.

Além dos representantes do Ministério etíope, a missão é composta por autoridades da comissão permanente de Agricultura do Congresso da Etiópia, da Embaixada da Etiópia no Brasil e da GIZ. O grupo permanece no Brasil até amanhã, dia 6 de setembro.

 

Fonte: ABC (06/09/2019).


Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559


Categorias






2019 Abisolo- Todos os direitos reservados – Política de Privacidade