Cobre opera queda em reflexo à disputa comercial EUA x China

10 de julho de 2019
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e presidente da China, Xi Jinping, em Pequim
Os preços do cobre caíram nesta segunda-feira (08/07) com o sentimento dominado pela prolongada disputa comercial entre EUA e China e os danos subsequentes ao crescimento e à demanda globais, além de um dólar mais forte.

O cobre de referência na Bolsa de Metais de Londres (LME) terminou em 0,2%, a US $ 5.892 por tonelada.

A resolução, ou não, das negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China é de grande importância para os mercados de metais básicos”, disse Guy Wolf, diretor de análise de mercado da Marex Spectron.

Os Estados Unidos e a China concordaram, no final de junho, em reiniciar as negociações comerciais depois que o presidente Donald Trump ofereceu concessões, incluindo novas tarifas e uma flexibilização das restrições à empresa de tecnologia Huawei. Ainda, o governo Trump acusou a China de se envolver em práticas comerciais injustas que discriminam empresas americanas, transferências forçadas de tecnologia e roubo de direitos de propriedade intelectual, todas as acusações que Pequim negou.

CHINA: A indústria chinesa responde por cerca de metade do consumo mundial de metais industriais. Os mercados estão olhando para os dados da China sobre empréstimos bancários.

ZINCO: Os preços do metal usado para galvanizar o aço foram recentemente pressionados pelas expectativas de aumento da oferta e pela probabilidade de um segundo semestre equilibrado de mercado ou excedente.

O zinco caiu 1,2%, para US $ 2.378 a tonelada, uma baixa de seis meses.

Recuando preocupações sobre a escassez de zinco no mercado LME também pode ser visto no desconto para o dinheiro ao longo do contrato de três meses, que é de cerca de US $ 2,60 a tonelada, contra um prêmio de mais de US $ 160 por tonelada final de maio.

 

Fonte: Business Recorder (09/07/2019).


Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559


Categorias






2019 Abisolo- Todos os direitos reservados – Política de Privacidade