Produtor de soja precisa investir em ambiente de produtividade eficiente, diz CESB

10 de abril de 2019
Confira a entrevista de João Pascoalino do CESB ao Notícias Agrícolas durante o VIII Abisolo Fórum e Exposição.

O produtor mais preocupado com um manejo correto em suas lavouras é aquele que consegue índices maiores de produtividade. Pensando nisso, o CESB (Comitê Estratégico Soja Brasil) desenvolve o conceito chamado ambiente de produção, que por meio da engenharia reversa, busca entender que tipos de práticas são adotadas por aqueles produtores que obtém as maiores produtividades e replicar essas ações nas demais propriedades.

“Isso envolve os fatores produtivos que são construção e manutenção do perfil de solo pensando no aspecto químico, físico e fisiológico, qualidade de sementes e semeadura, nutrição que tem tido alta resposta dentro desse processo produtivo para manter a expressão do potencial produtivo e proteção de plantas. Aí sim conseguimos atingir o máximo produtivo”, conta João Pascoalino, coordenador técnico de pesquisa do CESB.

Para o coordenador técnico do CESB, o produtor brasileiro está cada vez mais preocupado com essas questões e em fazer um diagnóstico correto e interpretação desses dados. “Temos que ter um correto diagnostico e um correto levantamento de dados para ter uma correta interpretação e, após a interpretação, uma assertividade no manejo. Isso nos dá uma estabilidade produtiva e nos constrói um ambiente de alta produção”, afirma Pascoalino.

Por: Carla Mendes e Guilherme Dorigatti

Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559


Categorias






2019 Abisolo- Todos os direitos reservados – Política de Privacidade