Cobre fecha em baixa em Londres e NY com turbulência

27 de dezembro de 2018
cobre5-e1529412752624
Os contratos futuros de cobre fecharam em baixa em Londres e Nova York, influenciados por mais um pregão turbulento das bolsas americanas.

Os principais índices acionários de Wall Street sofreram robustas perdas, que variaram de 2,2% a 2,9%, em meio à paralisação parcial do governo dos EUA, que começou no fim de semana, preocupações geradas por um encontro do Secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, com executivos-chefes de grandes bancos americanos, e novas críticas do presidente dos EUA, Donald Trump, ao Federal Reserve, ou Fed, como é conhecido o banco central do país.

Na London Metal Exchange (LME), a tonelada do cobre para entrega em três meses encerrou o dia em queda de 0,59%, a US$ 5.955,50.

Já na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o cobre para entrega em março caiu 0,49%, a US$ 2,6610 por libra-peso.

Entre outros metais básicos negociados na LME, não houve tendência única: a tonelada do alumínio para entrega em três meses recuou 0,84%, a US$ 1.893,00, e a do zinco cedeu 0,16%, a US$ 2.485,00, mas a do níquel subiu 0,14%, a 10,890,00, a do estanho avançou 0,13%, a US$ 19.375,00, e a do chumbo teve ganho ainda mais expressivo, de 1,02%, a US$ 1.985,00.

Fonte: Isto é (24/12/2018)


Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559


Categorias






2019 Abisolo- Todos os direitos reservados – Política de Privacidade