Grupo México pode reabrir a mina de San Martin após 11 anos

5 de setembro de 2018
mina (2)
O Grupo México poderá reabrir a maior mina subterrânea do país no primeiro trimestre de 2019, depois de ter fechado há mais de uma década devido a uma greve dos trabalhadores, disse uma autoridade do governo em uma entrevista.

A empresa começou a reformar a mina San Martin, que tem cobre, prata, chumbo e zinco, há uma semana, disse Carlos Barcena, ministro da Economia no estado de Zacatecas, no norte do país, onde a mina está localizada.

A expectativa é que ela possa começar a operar no primeiro trimestre de 2019″, disse Barcena.

As operações em San Martin foram suspensas em julho de 2007 devido a um conflito trabalhista com o poderoso Sindicato Nacional de Mineradores (SNTMMSRM), dirigido por Napoleão Gomez, agora um senador entrante.

Em 2005, antes de a mina ser desativada, a San Martin produziu cerca de 8.000 t de cobre e 19.000 t de zinco.

No início deste ano, buscando acabar com a disputa, um grupo de trabalhadores em greve da mina concordou em permitir que um grupo diferente os representasse, a Federação Nacional dos Sindicatos Independentes (FNSI).

Na semana passada, o órgão do governo responsável pela solução dos conflitos trabalhistas decidiu encerrar a greve a pedido dos trabalhadores da FNSI.

Analistas da Monex disseram que o início das operações poderia ajudar a impulsionar as vendas anuais do Grupo México em 1%.

Fonte: Mining Weekly (03/09/2018)


Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559


Categorias






2019 Abisolo- Todos os direitos reservados – Política de Privacidade