Safra de laranja deverá cair 27,6% com 288,29 milhões de caixas, diz Fundecitrus

17 de maio de 2018
fruit-3048001_640
Estimativa é 11% menor que a média dos últimos dez anos, queda é consequência das condições de chuva e temperatura na época de florada.

A safra da laranja 2018/19 no cinturão citrícola de São Paulo e Triângulo/Sudoeste Mineiro deverá ser de 288,29 milhões de caixas de 40,8 kg, de acordo com a estimativa divulgada pelo Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus), nesta quarta-feira (9), em Araraquara (SP).

O número é 27,6% menor do que o da safra 2017/18, que foi uma das maiores da história com 398,35 milhões de caixas, e 11% menor do que a média dos últimos dez anos. Segundo o gerente geral do Fundecitrus, Antonio Juliano Ayres, a queda é consequência das condições de chuva e temperatura na época da florada.

Depois do florescimento as condições de clima foram adversas, não choveu tanto e a temperatura foi elevada, isso levou a queda prematura do fruto”, explicou Ayres.

Na região, a redução da produção foi 10%, nos últimos três anos. As maiores quedas proporcionais foram nas regiões de Matão (-33%), Brotas (-28%) e Porto Ferreira (-28%).

Para o diretor executivo da CitrusBR, Ibiapaba Netto, entidade que representa as indústrias de suco de laranja, a estimativa de safra prepara as produtoras de suco para um ano desafiador, mas recompensador.

A oferta estará restrita o que irá ocasionar uma produção de suco restrita, o que irá fazer com que os estoque se mantenham baixos. Mas pelo ponto de vista de mercado é bom porque existe a tendência de valorização da fruta e do suco”, analisou.

A média de frutos por árvore deverá ser 564. Para chegar a esta estimativa de safra o Fundecitrus fez a colheita antecipada de 2,2 mil laranjeiras sorteadas de acordo com a região, variedade e idade. Outras 360 árvores em idades consideradas não produtivas também foram colhidas.

Ainda de acordo com a instituição, a taxa de queda de frutos dessa safra deverá ser de 17% e serão necessários 256 laranjas para encher uma caixa de 40,8 kg.

 

Fonte: Terra (14/05/2018)

 

 


Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559


Categorias






2019 Abisolo- Todos os direitos reservados – Política de Privacidade