Com aumento em área plantada, IEA divulga os primeiros resultados para Cana, Laranja e demais produtos

3 de maio de 2018
safra 615
Instituto de Economia Agrícola divulga safra plantada de cana, laranja e demais produtos.

Os primeiros resultados da safra agrícola 2017/18 da Cana-de-Açúcar para o Estado de São Paulo estimam uma pequena elevação na área plantada em 0,9%. A produção ficou nos mesmos patamares do ano agrícola anterior, com 449,5 milhões de toneladas (-0,1%), e a produtividade inferior em 0,9%. Essa estabilidade pode ser reflexo dos fatores econômicos que afetaram os investimentos para a renovação do canavial, além da irregularidade das chuvas, afirma o Instituto de Economia Agrícola (IEA), a partir dos resultados do levantamento realizado em parceria com a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), entre 1 a 20 de fevereiro, lembrando que as tendências observadas nesta sondagem poderão ser alteradas no decorrer da safra.

Para a cultura da Laranja, os dados apontam um aumento de 5,6% na produção, que deverá chegar a 342,6 milhões de caixas de 40,8 kg. De acordo com os pesquisadores do IEA, as condições climáticas entre outubro de 2017 a janeiro de 2018 têm favorecido o desenvolvimento das plantas e influenciado positivamente o período das floradas e do pegamento. Com relação à área total plantada, o levantamento indica uma ampliação de 2,8%, em relação à safra anterior, totalizando 458,7 mil hectares.

Quanto aos grãos, os resultados obtidos no levantamento indicam que a produção de Soja deve alcançar 3,3 milhões de toneladas, quantidade 4,1% maior que a obtida no ano passado. A área plantada foi de 949,5 mil hectares com aumento de 4,7%. As boas condições climáticas e a adoção de tecnologia permitiram manter a produtividade, que deve ser de 3.447 kg/ha. Já o Milho de 1ª safra total (irrigado e não irrigado), deve sofrer quedas de 3,5% na área e de 3,2% na sua produção. Resultado semelhante ao observado com relação ao milho safrinha que também apresenta queda de produção (6%) e produtividade (6,1%). O Trigo dá sinais de estabilidade tanto na área quanto em volume de produção esperado.

A perspectiva é de que a previsão seja revista para cima no próximo levantamento de abril, em função do fim do período indicado para o plantio do milho safrinha, meados de março, e também das elevações do preço do trigo”, destacam os pesquisadores.

As boas notícias ficam por conta do Amendoim que ostenta um aumento de 6,8% na área plantada e de 10,3% na produção, impulsionado por ganhos de 3,3% na produtividade média do Estado de São Paulo; e do Café que apresenta ligeiro aumento da quantidade colhida de 2,5%, passando a totalizar 5,4 milhões de sacas, em relação ao levantamento realizado em novembro último. Comparativamente à temporada anterior (2016/17), deverá oferecer acréscimo na colheita de 20,6%, confirmando ciclo de alta para a corrente safra paulista.

 

Fonte: Notícias Agrícolas (03/05/2018)


Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559


Categorias






2019 Abisolo- Todos os direitos reservados – Política de Privacidade