Cobre opera perto da estabilidade, após três dias de quedas

10 de novembro de 2017
Os preços do cobre estão próximos da estabilidade.

Os preços do cobre estão próximos da estabilidade nesta sexta-feira, a caminho de perdas em toda a semana, após uma onda de vendas do metal em dias anteriores.

Às 9h35 (de Brasília), o cobre para três meses subia 0,15%, a US$ 6.838,50 a tonelada. Às 9h45, o cobre para dezembro subia 0,10%, a US$ 3,0890 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

Alguns operadores voltaram a comprar cobre, após ele recuar nos últimos três dias, em cenário negativo para os metais básicos em geral. A queda ocorreu após relatos sobre aumentos nos níveis de estoques.

O alumínio recua 3,7% na semana, diante do aumento nos estoques desse metal nos estoques registrados na Bolsa de Xangai. O cobre passa por fenômeno similar nos últimos dias, mas em patamar menor, disse em nota o Commerzbank.

“Não são apenas os estoques de alumínio, mas também os de cobre que tiveram aumento digno de nota”, afirmou o banco alemão. Segundo ele, porém, mesmo com o aumento de 14% na semana, os estoques do cobre ainda seguem em patamar baixo, em números absolutos.

Também apoia os preços a notícia de que a província indonésia de Papua, que armou separatistas, ocupou cinco vilas, o que pode levar à suspensão de operações de cobre na mina Grasberg, na mesma região, segundo Alastair Munro, corretor da Marex Spectron. Mais cedo neste ano, uma disputa entre a Freeport-McMoRan e o governo indonésio prejudicou a produção dessa mina.

Entre outros metais básicos negociados na LME, o zinco subia 1,22%, a US$ 3.229 a tonelada, o alumínio tinha alta de 0,48%, a US$ 2.105 a tonelada, o estanho avançava 0,44%, a US$ 19.550 a tonelada, o níquel subia 1,06%, a US$ 12.415 a tonelada, e o chumbo avançava 1,13%, a US$ 2.548 a tonelada. 

 

Fonte: Isto É (10/11/2017)


Sobre

A Abisolo, Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, foi fundada em março de 2003 com o objetivo de representar e defender os interesses das empresas produtoras de importantes insumos que colaboram para o aumento da sustentabilidade e produtividade agrícola brasileira.


Av. Paulista, 726 – Ed. Palácio 5ª Avenida Cj 1307 – Bela Vista

(11) 3251.4559


Categorias






2019 Abisolo- Todos os direitos reservados – Política de Privacidade