Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal

O preço das exportações chilenas de cobre em 2017 atingiu seu nível mais alto nos últimos três anos. De acordo com as estimativas as remessas do metal aumentaram 21,2% para um total de 34,043 milhões de dólares em 2017, devido à recuperação do preço, o que ajudará a fortalecer as finanças desse país. 

No ano anterior, o preço do metal teve um crescimento ano-a-ano de 26,8 por cento. 

O aumento das exportações do metal vermelho adicionou 3.865 milhões de dólares em dezembro, o melhor desempenho mensal desde o final de 2012. 

Atualmente, o cobre é cotado acima de três dólares por libra, mas a indústria espera que seu aumento seja mais limitado em meio à volatilidade em o mercado.

Segundo os analistas, o aumento da quantidade de cobre foi um dos fatores fundamentais após a forte valorização do peso em relação ao dólar, o que permitiu o fortalecimento dos cofres fiscais do país. 

No entanto, apesar da recuperação nos últimos meses, o governo da Comissão Chilena do Cobre previu que a produção do metal teria um declínio ano-a-ano de 4% para 5,27 milhões de toneladas, como resultado dos efeitos da greve prolongada na mina Escondida, durante o primeiro semestre do ano passado.

 

Fonte: Prensa Latina (10/01/2018)

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal



Parceiro:

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal


Informações Agronômicas:

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal

Todos os direitos reservados Abisolo © 2018