Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal

O Presidente do Sindicato Rural de Chapadão do Sul, em Mato Grosso do Sul, Lauri DalBosco, destaca que plantio na região ficou atrasado, por conta do baixo índice de chuva, mas que já está em 50% de área plantada. As perspectivas são boas para o final da semeadura, pois o plantio deve ser finalizado no dia 20 de novembro.

Os produtores ficam inseguros com a questão da rentabilidade, por conta de impostos que não estavam no planejamento. Os agricultores estão segurando os preços que estão sendo praticados por volta de R$ 64 a R$ 63 por saca, para o mercado futuro está em torno de R$ 70 a R$72/sc.

Com o atraso no plantio pode atrapalhar a produção da safrinha de milho, em que a melhor janela para iniciar a semeadura é o mês de fevereiro, a expectativa é que 60% da área possa fazer a safrinha do milho. Os preços do milho na região estão em R$ 22, o valor não remunera os custos da produção. Lauri DalBosco também orienta os produtores a terem cuidado com as dívidas e se dedicar ao plantio.

 

Fonte: Notícias agrícolas (06/11/2017)

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal



Parceiro:

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal


Informações Agronômicas:

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal

Todos os direitos reservados Abisolo © 2017