Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal

empreendedor argentino da província patagônica de Chubut conseguiu produzir um biofertilizante com base na alga Undaria Pinnatifida, que é uma invasora que se adaptou bem à região formando montes submarinos e destruindo espécies autóctonas quando impede a chega de luz solar. Gonzalo Soriano teve sua descoberta anunciada pela Secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva, Noelia Corvalán, através da agência estatal Telam. Ela disse que a iniciativa "superou a fase experimental e já começou a colocar-se no mercado".

O projeto se completou com um aporte de AR$ 1,5 milhões do governo federal argentino através da Agência Nacional de Promoção Científica e Técnica. "Esse projeto nos estusiasma porque podemos agregar valor a um recurso natural que ainda é uma invasora que não poderemos erradicar," afirmou Noelia.

O processo de elaboração do biofertilizante se traduz em gel verde que se aplicou em experiências de frutas na província e sua fabricação é guardada como segredo pela família do empreendedor. A família de Soria é conhecida por ter desenvolvido antes a extração de polissacarídeos das algas e usado na indústria alimentícias em doces argentinos.

Segundo a agência estatal argentina Telam, o novo biofertilizante possui grande resistência a doenças, contém anti-toxinas naturais que atuam como defesa de bactérias e vírus.

 

Fonte: Agrolink (02/10/2017)

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal



Parceiro:

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal


Informações Agronômicas:

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal

Todos os direitos reservados Abisolo © 2017