Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal

Os futuros de cobre operam em baixa em Londres e Nova York, em meio a um movimento de realização de lucros, à espera de novos sinais sobre a trajetória da política monetária dos EUA.

Por volta das 7h20 (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) recuava 0,31%, a US$ 6.731,50 por tonelada.

Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para entrega em dezembro tinha baixa de 0,11%, a US$ 3,0570 por libra-peso, às 7h40 (de Brasília).

Mais tarde, investidores dos mercados de metais ficarão atentos à ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), que será publicada às 15h (de Brasília). Nas últimas semanas, o Fed tem dado indicações de que poderá elevar juros por uma terceira vez este ano, possivelmente em dezembro.

Entre outros metais na LME, as perdas eram generalizadas: o zinco caía 1,50% no horário indicado acima, a US$ 3.242,50 por tonelada; o alumínio cedia 0,97%, a US$ 2.141,50 por tonelada; o níquel diminuía 0,82%, a US$ 10.950,00 por tonelada; o chumbo perdia 1,76%, a US$ 2.514,00 por tonelada, e o pouco negociado estanho recuava 0,58%, a US$ 20.710,00 por tonelada.

 

Fonte: Isto é (11/10/2017)

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal



Parceiro:

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal


Informações Agronômicas:

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal

Abisolo - Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal

Todos os direitos reservados Abisolo © 2017