revestimento-zinco-03-1-1.jpg

O mercado global de zinco, estava em déficit de 305.000 toneladas no período de janeiro a setembro, enquanto o total de estoques reportados caiu 46.000 toneladas no mesmo período de nove meses.

A produção mundial de minas de zinco aumentou 1,2%, influenciada principalmente pelos aumentos na Austrália, no Peru e nos Estados Unidos”, afirma o relatório. “Na Europa, um aumento de 3,2% foi principalmente conseqüência de aumentos na Finlândia, Grécia, Irlanda e Macedônia, que mais do que compensaram as reduções na Polônia e na Suécia. No Canadá, China, Índia e México, a produção foi menor em comparação com os primeiros nove meses de 2017.”

Enquanto isso, o uso global de zinco caiu 0,3%, principalmente devido a quedas na China, África do Sul e Taiwan. O uso europeu aumentou 1,3%, liderado por aumentos na Polônia, França, Bélgica e Federação Russa.

Em uma base mês a mês, a produção da mina atingiu 1.084.500 toneladas em setembro, ante 1.064.200 toneladas em agosto. O uso de zinco atingiu 1.155.500 toneladas, ante 1.141.600 toneladas em agosto.

Fonte: Metal Miner (21/11/2018)


revestimento-zinco-03-1-1.jpg

O BFS está sendo sustentado pelo acesso existente da mina a significativa infraestrutura local e regional, com infraestrutura de minas que já inclui alimentação da rede elétrica regional, estradas de acesso de betume, acesso a um abastecimento de água a granel e tratado e uma pista de pouso de 1.900 m.


milho5-e1529585649449.jpg

Chuvas cortaram mais cedo na região e rendimento baixou para 60 sacas de milho por hectare nesta temporada. Preços giram em torno de R$ 28,00 a saca, mas frete mais alto inviabiliza negócios. Na soja, mercado disponível paga R$ 73,00 a saca e negócios futuros estão entre R$ 71,00 a R$ 72,00 a saca. Atraso na entrega dos fertilizantes é uma preocupação dos produtores.


copper-72062_640-1-e1528234326794.jpg

A República Democrática do Congo produziu 296.717 t de cobre no primeiro trimestre de 2018, um aumento de 8,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

A produção de cobalto no primeiro trimestre de 2018 subiu 34,4% para 23.921 t.

O Congo é o maior produtor de cobre da África e o principal minerador de cobalto do mundo, um ingrediente-chave em baterias para carros elétricos e outros produtos eletrônicos.

Fonte: Mining Weekly (31/05/2018)